5

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Ao clicar em "Aceitar", você concorda com o uso de cookies, termos e políticas do site. Leia mais. ACEITAR

NOVO HAMBURGO

5°C

Publicidade

A bolinha da campeã de Roland Garros na mão de um hamburguense

A polonesa Iga Swiatek, 21 anos, conquistou o bicampeonato do Aberto da França

04 de Junho, 2022 às 13:01

Pedro Henrique Bondan Schorr na quadra Philippe Chatrier com a bola isolada após o ponto do título. Divulgação

A paixão da família Bondan Schorr pelo tênis foi recompensada com um souvenir. Mas não é um chaveiro, uma camiseta ou um imã de geladeira.


É "somente" a bolinha isolada pela campeã de Roland Garros 2022, a polonesa Iga Swiatek, 21 anos e número um do mundo.


Logo após o último ponto do jogo, conquistando o bicampeonato de França, neste sábado (4), em Paris, a campeã se ajoelhou e, na sequência, disparou uma bolinha em direção ao público que lotava a quadra Philippe Chatrier - mais de dez mil pessoas. É um hábito dos tenistas extravasarem após as vitórias despachando a bolinha pros espectadores.


E lá veio subindo aquela esfera amarela. E veio. E veio. Quicou numa escadaria da quadra central e foi indo, foi indo e... parou nas mãos do hamburguense Pedro Henrique Bondan Schorr!


Uau! Uma recordação e tanto pro resto da vida!


Publicidade


PAIXÃO PELO TÊNIS


Em seguida, volto a Paris para relatar mais detalhes do "acontecimento". Antes, cabe registrar o envolvimento da família de Novo Hamburgo com a modalidade. O casal Nico e Luciane, assim como os três filhos, José Carlos, Pedro Henrique e João Antônio, praticaram ou praticam a modalidade.


Essa paixão já permitiu que eles fizessem fotos com o suíço Roger Federer e os brasileiros Gustavo Kuerten, o Guga, e Fernando Meligeni, por exemplo. Eles também estiveram presentes em alguns dos principais torneios profissionais do mundo, sempre acompanhando os melhores tenistas do planeta. A empresa da família, com sede no município, patrocina torneios da modalidade e incentiva o surgimento de jovens talentos.


Publicidade


Para acompanhar a fase final de Roland Garros, estão em Paris Luciane e Pedro Henrique. Nesta sexta-feira (3), eles já tinham vivenciado fortes emoções na segunda semifinal dos homens.


Isso porque, no jogo entre o norueguês Casper Ruud e o croata Marin Cilic uma ambientalista invadiu a quadra Philippe Chatrier e se amarrou na rede da quadra. Seguranças em polvorosa, policiais atentos, tensão nas arquibancadas. Até que, finalmente, a manifestante foi retirada pelos seguranças. Luciane filmou a ação e já estava com a cota de emoções num nível alto. Ruud venceu e está confirmado na decisão.


FINAL FEMININA


Neste sábado, então, Luciane e Pedro foram assistir a final entre Iga Swiatek e a americana Coco Gauff, de 18 anos. A melhor do mundo confirmou o favoritismo vencendo por 6/1 e 6/3 - a polonesa completou em Paris uma sequência de 35 jogos no circuito sem perder! É título atrás de título!


Publicidade


Os hamburguenses estavam filmando com seus celulares o match point e a comemoração, quando perceberam que Iga se virou pro lado do setor em que estavam. E viram a bolinha subir em direção a eles... Bom, o resto já se sabe.


A bolinha da bicampeã de Roland Garros vai vir para Novo Hamburgo e ganhar um destaque especial na residência dos Bondan Schorr!


FINAL MASCULINA


Ah, e as emoções em Paris seguem neste domingo. Tem a final dos homens entre o espanhol Rafael Nadal - buscando o 14º título em Roland Garros - e o norueguês Casper Ruud, Top 10 do mundo e especialista em saibro. Jogão!

Autor

Martin Behrend

Saiba mais

RECEBA EM PRIMEIRA MÃO

Sem spams comerciais. Apenas informação.

Publicidade
Publicidade

PARCEIROS