5

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Ao clicar em "Aceitar", você concorda com o uso de cookies, termos e políticas do site. Leia mais. ACEITAR

NOVO HAMBURGO

5°C

Publicidade

Em pedido judicial, hamburguense se retrata e pede desculpas por alegações contra jornalista

A defesa do jornalista foi realizada pelo advogado Angelo Saint Pastous Caleffi

21 de Junho, 2022 às 14:49

Foro de Novo Hamburgo. Divulgação

“A sensação é de justiça. A verdade prevalece. A minha honra e da minha família foi atingida. Esse reparo precisava ser feito. E está registrado para conhecimento da comunidade.”


A frase acima é do jornalista Martin Behrend, editor do Portal Martin Behrend, após receber, via Pedido Judicial de Explicações, a confirmação da retratação e o pedido de desculpas da comerciante hamburguense Elisangela Aline Hugendobler.


A defesa do jornalista foi realizada pelo advogado Angelo Saint Pastous Caleffi, do escritório AMC Advogados, de Novo Hamburgo.


O CASO


Em 16 de outubro de 2020, após a publicação de uma notícia no Portal Martin Behrend sobre uma decisão da Justiça Eleitoral envolvendo um candidato a vice-prefeito na eleição municipal de Novo Hamburgo, a hamburguense publicou no espaço de Comentários do Portal no Facebook: “Martin tua boquinha vai acabar a Titia Fátima vai te pagar como se ela não vai estar a frente da prefeitura... Martin vai pasta uma grama faz bem pra saúde e te dá disposição de procurar um emprego já que tua mesada vai acabar”.


Publicidade


Ressaltando trechos acima: “Tua boquinha vai acabar”; “A Titia Fatima vai te pagar como”; “Martin, vai pastar uma grama”; “Tua mesada vai acabar”.


A notícia onde foi postado o comentário envolveu uma decisão da Justiça Eleitoral: “Pastor Juliano, vice do candidato Zucco, apresenta documentos com outros nomes e juiz barra candidatura” – está neste link https://www.martinbehrend.com.br/noticias/noticia/id/8669/titulo/pastor-juliano-vice-do-candidato-zucco-apresenta-documentos-com-outros-nomes-e-juiz-barra-candidatura .


Posteriormente, o candidato teve sua candidatura deferida e o Portal noticiou da mesma forma: https://www.martinbehrend.com.br/noticias/noticia/id/8719/titulo/pastor-juliano-vice-de-rodrigo-zucco-apresenta-documento-correto-e-tem-candidatura-deferida .




Elisangela Hugendobler foi uma das lideranças da campanha eleitoral do candidato Rodrigo Zucco, em 2020.


Publicidade


DESCULPAS E RETRATAÇÃO


No Pedido Judicial de Explicações analisado pela juíza de Direito Claudia Caprio Tarasconi, do Juizado Especial Criminal de Novo Hamburgo, o advogado Josoé Rocha Venites esclarece que Elisangela “entende a indignação do interpelante ao se aborrecer pelas declarações que foram proferidas sem nenhuma maldade,...sem intenção de prejudicar qualquer jornalista, ou outra pessoa, apenas exercendo o seu direito à livre expressão”.


No trecho final, o advogado afirma que Elisangela “Assim, desde já se retrata a ponto de pedir desculpas para o interpelante como forma de política de paz e porque a interpelada não tem por hábito de magoar ou ofender ninguém, de modo que apresenta aqui as suas explicações, esperando ter sido compreendida pela parte requerente...”


LINHA EDITORIAL


O Portal Martin Behrend entrou no ar em maio de 2014. Neste período, nunca recebeu publicidade no Portal tendo como origem Prefeituras, Câmaras de Vereadores, Assembleia Legislativa, governo estadual ou governo federal. A linha editorial sempre foi transparente em mais de oito anos de atuação.


Segundo o jornalista, a afirmação de que recebe mesada da Prefeitura é mentirosa. Tanto que a hamburguense pediu desculpas e nada provou. “Afirmar que tenho boquinha, que a prefeita me paga... Depois, manda pastar uma grama. É lamentável ter de ler isso. Meus filhos, minha esposa e meus pais leem essas mentiras e ofensas. Escrevem sem qualquer responsabilidade. Depois, tem gente que espalha, e se criam as Fake News”, resume Behrend, lembrando que já tinha sofrido ofensas em outra rede social.


Essa postura não é novidade na trajetória do jornalista. Políticos e militantes de diferentes segmentos políticos usam estratégias parecidas. “Eles buscam desqualificar quem faz um Jornalismo independente e comprometido com a informação. Em alguns casos, se revezam para tentar desgastar, discriminar, agir com restrições. O objetivo é intimidar e censurar. Então, é preciso ter a consciência tranquila com o trabalho realizado”, afirma.


Publicidade


O editor do Portal Martin Behrend agradece o apoio que recebe de muitos leitores. “Tenho quase 50 mil seguidores nas redes sociais. Nem todos concordam com as notícias ou opiniões publicadas, mas respeitam. Eu sou defensor da liberdade de expressão. Mas ter liberdade não assegura que se possam cometer crimes. Agradeço aos leitores que repudiam esse tipo de agressão”, destaca Behrend. “Aproveito para me solidarizar com tantos colegas que são diariamente atacados e ofendidos, rotulados como lixo e tantas outras coisas lamentáveis e impublicáveis, com seus filhos e familiares tendo de conviver com isso”, completa.


Sobre o Pedido Judicial de Explicações, Martin Behrend explica que decidiu encerrar este caso dessa forma. Mas que já existem movimentações em razão de outras agressões, além de perfis Fakes e de Fake News. “Meu trabalho é informar e fazer Jornalismo. Estou focado nisso. Agora, não permitirei que a impunidade prevaleça. Reforço: liberdade de expressão não pode ser confundida com cometer crimes”, sublinha. “Finalmente, agradeço ao trabalho do dr. Angelo Saint Pastous Caleffi, dando orientações precisas e corretas sobre como agir para que a situação fosse reparada”, completa.

RECEBA EM PRIMEIRA MÃO

Sem spams comerciais. Apenas informação.

Publicidade
Publicidade

PARCEIROS