5

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Ao clicar em "Aceitar", você concorda com o uso de cookies, termos e políticas do site. Leia mais. ACEITAR

NOVO HAMBURGO

5°C

Publicidade

Aline está em Montreal, no Canadá

Coluna Do Vale Pelo Mundo faz a conexão com moradores do Vale do Sinos residindo em outros países

23 de Junho, 2022 às 07:46

DE NOVO HAMBURGO PARA MONTREAL


Convidada: Aline Rabuske Tesche, 38 anos

De Novo Hamburgo (nasceu em Três de Maio). Reside em Montreal, no Canadá.


Filha de Vera Rabuske Tesche e Carlos Tesche.


Estudos

Fundação Evangélica (Instituição Evangélica de Novo Hamburgo- IENH)

Unisinos, em São Leopoldo


Quando foi morar no exterior?

Em dezembro de 2018.


Publicidade


Como surgiu a oportunidade?

Meu marido veio estudar Tecnologia da Informação (TI) em uma instituição de Montreal e eu vim acompanhar.


Qual o primeiro destino e onde reside atualmente?

Em Montreal, Canadá


Abaixo, um registro com a família no Estádio Olímpico de Montreal.



Publicidade


Qual sua atividade atual?

Hoje eu trabalho como Client Service Representative na parte de exportações da MSC Canada


Com quem vive?

Com meu marido Carlos Eduardo Pimentel.


Qual local sente saudades de frequentar na região?

Sinto muita falta da casa dos meus pais, em Novo Hamburgo.


Qual restaurante/comida/espaço gastronômico da região que sente falta:

Restaurante Buona Qualitá. Sinto muita falta da comida da Nica e do bate papo com o Seu Moura.



Tem algum hábito/costume/rotina que levou da região para o exterior?

Sim, chimarrão e churrasco aos domingos. O que me deixa muito feliz é poder encontrar erva mate para vender aqui e assim poder manter essa tradição e “matar” um pouco a saudade do Sul.



Publicidade


Pensa em voltar para morar na região?

Voltar, apenas para visitar, por mais que eu sinta saudades dos meus pais e irmão, não penso em voltar a morar no Brasil no momento.


Qual ensinamento/lição/prática que tem na sua atual cidade e que gostaria de ver sendo aplicada na cidade onde viveu no Brasil?

A educação das pessoas, o respeito às normas, as regras e ao outro.


Um exemplo simples é esperar as pessoas saírem do vagão do metrô para depois entrar. Ficar parado do lado direito da escada rolante se quiser ficar parado e liberar o lado esquerdo para as pessoas que estão com pressa passar.


Publicidade


Respeitar a faixa de segurança, a placa de pare, a velocidade.


CONFIRA ABAIXO MAIS ALGUMAS FOTOS


CN Tower, em Toronto



Parc des Chutes Dorwin, em Rawdon



Les Fêtes de la Nouvelle-France


Autor

Do Vale Pelo Mundo

Do Vale Pelo Mundo Saiba mais

RECEBA EM PRIMEIRA MÃO

Sem spams comerciais. Apenas informação.

Publicidade
Publicidade

PARCEIROS