5

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Ao clicar em "Aceitar", você concorda com o uso de cookies, termos e políticas do site. Leia mais. ACEITAR

NOVO HAMBURGO

23°C

Publicidade

Petrobras reduz em 20 centavos o preço de venda do diesel

O preço do diesel vinha em trajetória de alta desde julho do ano passado

04 de Agosto, 2022 às 16:16

A partir desta sexta-feira (5), o preço médio de venda de diesel A da Petrobras para as distribuidoras passará de R$ 5,61 para R$ 5,41 por litro, redução de 20 centavos por litro.


O anúncio foi feito nesta quinta-feira (4)


Segundo a empresa, considerando a mistura obrigatória de 90% de diesel A e 10% de biodiesel para a composição do diesel comercializado nos postos, a parcela da Petrobras no preço ao consumidor passará de R$ 5,05, em média, para R$ 4,87 a cada litro vendido na bomba.


Publicidade


“Essa redução acompanha a evolução dos preços de referência, que se estabilizaram em patamar inferior para o diesel, e é coerente com a prática de preços da Petrobras, que busca o equilíbrio dos seus preços com o mercado global, mas sem o repasse para os preços internos da volatilidade conjuntural das cotações internacionais e da taxa de câmbio”, diz a companhia.


TRAJETÓRIA DE ALTA


O preço do diesel vinha em trajetória de alta desde julho do ano passado e estava em R$ 5,61 desde junho deste ano.


Publicidade


A última vez que o valor tinha sido reduzido foi em maio do ano passado, quando o preço do litro vendido às distribuidoras passou de R$ 2,76 para R$ 2,71.


Atualmente, com a redução tributária impactando o preço da gasolina, o litro do diesel está cerca de 2 reais mais caro que o da gasolina. Agora, essa diferença deverá reduzir.


AUXÍLIO


A partir da próxima terça-feira (9) começam a ser pagos os benefícios emergenciais concedidos a caminhoneiros - impactados pelo alto preço do diesel. A portaria interministerial que regulamenta a medida voltada a “transportadores autônomos de carga” foi publicada em edição especial do Diário Oficial da União, na noite desta terça-feira (2).


Publicidade


O prazo para pagamento do benefício vai até 31 de dezembro de 2022, e será pago em seis parcelas mensais no valor de R$ 1 mil, “observado o limite global de recursos de R$ 5,4 bilhões”, conforme informa o Ministério do Trabalho e Previdência (MTP), que é o órgão gestor do benefício.


O auxílio tem por objetivo ajudar os transportadores autônomos de carga a enfrentar o estado de emergência que decorre da alta do preço de combustíveis e derivados.

RECEBA EM PRIMEIRA MÃO

Sem spams comerciais. Apenas informação.

Publicidade
Publicidade

PARCEIROS